RESPONSABILIDADE SOCIOAMBIENTAL

PROJETOS SOCIOAMBIENTAIS

Ações Sociais para Conservação de Primatas e Prevenção da Febre Amarela

O projeto tem como objetivo realizar intervenções sociais como palestras, jogos e brincadeiras nas escolas de Blumenau, Indaial, Pomerode e Timbó. Estas ações contribuirão para que crianças e adolescentes conheçam os primatas do Brasil, os primatas de Santa Catarina e entendam a importância da conservação destes animais para o meio ambiente e para a sociedade.

Outro ponto abordado nas intervenções é a doença Febra Amarela, que quando desenvolvida pelo ser humano pode levar a morte do indivíduo. Salientamos sempre que os primatas são muito sensíveis ao vírus da Febre amarela e servem de sentinelas para o ser humano, ou seja, quando ocorre morte de macacos em uma região durante um surto de Febre Amarela, pode-se executar acoes de vacinação na população prevenindo o contágio dos seres humanos. Os macacos não transmitem a febre amarela, quem transmite são os mosquitos infectados com o vírus.

Este projeto atende os seguintes Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU

objetivos_portPrancheta-5
objetivos_portPrancheta-2-copiar objetivos_portPrancheta-4-copiar-2

Parceiros

Fundação Fritz Muller, FURB, Prefeitura Municipal de Indaial e Sociedade Brasileira para o Progresso da Ciência (SBPC/SC)

Resultados

Em maio de 2019, houve uma morte de bugio por Febre Amarela em Indaial, o que acarretou aumento na demanda por educação ambiental no Projeto Bugio. Entre setembro e dezembro daquele ano, foi realizado palestras expositivas e foi utilizado alguns materiais desenvolvidos pelo Projeto Bugio, com a apresentação da importância dos bugios e primatas para a detecção da circulação viral da febre amarela. Foram atendidas neste período, 09 escolas nas cidades de Indaial, Timbó e Blumenau, atingindo 476 crianças entre 3 e 15 anos de idade.