Relatório de Sustentabilidade: para que serve?

Fundação Fritz Müller

Relatório de Sustentabilidade: para que serve?

02 de Março de 2018

O entendimento da humanidade sobre desenvolvimento sustentável é muito recente. No ano de 1968 a NASA enviou a Apollo 8 para dar uma volta na Lua e então surgiram as primeiras e mais famosas imagens fora da órbita do nosso Planeta que temos até hoje.

 

O impacto que estas imagens da Terra causaram foi suficiente para que em 1970 houvesse a primeira conferência mundial sobre meio ambiente. O homem precisou ver a Terra por outra perspectiva para ter noção do que estava fazendo com ela e tomar providências para mantê-la viva.

 

Na Conferência ECO 92 foi quando o termo desenvolvimento sustentável foi desenhado pela primeira vez.

 

De lá para cá, temos evoluído muito nesse aspecto, mas infelizmente ainda não há conscientização e conhecimento o suficiente para que as pessoas realmente abram os olhos e se sintam tocadas por situações graves que precisam ser controladas, como a destruição causada pelas grandes indústrias que emitem poluentes na camada de ozônio e que desmatam descontroladamente as reservas ambientais para extração de matéria-prima ou para a criação de animais.

 

Entretanto, há milhares de outras empresas mais conscientes – e ativas - sobre a importância das práticas sustentáveis e da responsabilidade socioambiental. O que elas precisam fazer agora é tornar estas práticas organizadas internamente e divulgá-las publicamente para que todos os envolvidos com a empresa, desde colaboradores até o público final, sintam-se mobilizados pela sua postura e vejam sentido em abraçar o seu propósito.

 

A função o Relatório de Sustentabilidade no padrão GRI

 

A sustentabilidade envolve práticas sociais, econômicas e ambientais. São nelas que os 45 indicadores do Relatório de Sustentabilidade no padrão Global Reporting Initiative (GRI) se baseia. Mas o que é este Relatório?

 

Bem, um Relatório de Sustentabilidade é uma ferramenta utilizada pelas empresas para apresentar seus indicadores sociais, econômicos e ambientais com transparência. O GRI é uma metodologia criada para aprimorar o Relatório e incentivar melhores práticas.    

Portanto, a primeira fase da conscientização sobre sustentabilidade nas empresas está em perceber que as pessoas são o foco: é a partir da mente consciente de cada ser humano que poderemos planejar mudanças e melhorias econômicas e ambientais.

 

Um Relatório de Sustentabilidade no padrão GRI permite que a organização defina suas expectativas de desenvolvimento sustentável internas e externas, envolvendo colaboradores, stakeholders, fornecedores, clientes e a sociedade em que está inserida.

 

A partir da análise e do alinhamento dos indicadores que a empresa definir como mais relevantes para o seu desenvolvimento, então inicia-se o planejamento das projetos e programas a curto, médio e longo prazo, com mais foco e eficiência do que provavelmente seria possível sem o padrão GRI. O próximo passo é manter todo esse processo de implementação de ações em constante monitoramento para que se possam aferir os resultados. Essa prática é extremamente importante para qualquer empresa sobreviver no mercado, por isso que é utilizada pelas maiores empresas do mundo.

 

É assim que torna-se possível alinhar as expectativas e necessidades de todos os envolvidos com a empresa para captar e cultivar cada vez mais pessoas que acreditam no seu propósito, admiram e defendem a marca. Se você deseja colocar tudo isso em prática e se aprofundar ainda mais no tema, a oportunidade é agora. A Fundação Fritz Müller está com vagas abertas para o curso Relatório de Sustentabilidade no Padrão GRI com carga de 25 horas em 4 encontros de rico conteúdo.


Compartilhar:

Sede Blumenau
Rua Iguaçu, 151 - Blumenau | 47 3057 8001
Regionais:
Vale do Itajaí
47 99187-2825
Alto Vale, Planalto e Oeste
47 99965-9529
Norte
47 3804-1080
Sul
48 3622-1686
Siga a FFM