As 5 grandes mudanças que vão influenciar o trabalho do futuro

Fundação Fritz Müller

As 5 grandes mudanças que vão influenciar o trabalho do futuro

19 de Janeiro de 2018

A tecnologia e a inovação são as palavras-chave para abordarmos uma série de temáticas fundamentais nos novos modelos de trabalho e de gestão. É inevitável: mesmo os mais analógicos começam a sentir necessidade de “digitalizarem” ao menos alguns aspectos da rotina para acompanharem as mudanças e tendências nas relações pessoais e profissionais.

 

Hoje em dia, ninguém mais anda sem smartphone, pois neste pequeno aparelho está um verdadeiro histórico da vida e uma agenda completa dos compromissos. E esse apanhado de informações que colocamos na “nuvem” através da internet é a base da nova revolução tecnológica que estamos vivendo. Então, o melhor que temos a fazer é entrar no barco e começar a remar. Veja quais são as 5 grandes mudanças (não as únicas, mas muito relevantes) que vão influenciar o trabalho do futuro.

 

Big Data

Quando falamos em Big Data, precisamos falar sobre a intangibilidade das coisas. A informação no futuro estará cada vez mais intangível, ou seja, digital. Podemos coletar dados e analisar resultados, mas eles não são tangíveis, apesar de poderem ser convertidos em coisas tangíveis.

 

Essa é uma das maiores barreiras para quem veio dos tempos analógicos, em que os dados eram escritos em papel, mesmo que fossem por meio de uma máquina de escrever.

A chegada dos computadores e impressoras mantiveram esse hábito, porém com mais qualidade. Mas agora, uma nova forma de lidar com dados está iniciando, e é agora que devemos nos acostumar para não ficarmos para trás.

 

Essa necessidade imediata vem da revolução que o uso de Big Data já está causando na gestão das organizações. Utilizar essa imensidão de dados que todas as pessoas deixam registrados através da internet possibilita:

- reduzir custos;

- otimizar o tempo;

- desenvolver novos negócios (produtos e serviços) de forma mais assertiva;

- tomar decisões baseadas em dados;

- reduzir e corrigir falhas de processos e ameaças à segurança rapidamente e de forma antecipada ao problema;

- desenvolver estratégias relacionadas a qualquer setor da empresa, para tudo o que você puder imaginar.

 

Novos ambientes de trabalho

Para os líderes que são habituados a encontrar todos os membros da equipe em uma mesma sala ou departamento, essa ideia de novos ambientes de trabalho pode soar um pouco duvidosa.

 

Quando falamos em novos ambientes, podem ser dentro da própria empresa, com espaços adequados para a execução de uma Gestão Ágil, ou a adaptação aos modelos de entrega em home office e coworking, no quais o profissional fica parcial ou totalmente fora do espaço físico da empresa, apenas conectado pela internet.

 

A primeira impressão é de que se perderá o controle sobre o que todos estão fazendo e a comunicação irão se defasar. Mas é justamente neste ponto que entra a autogestão, que falaremos a seguir.

 

Autogestão

Essa adaptação das empresas aos novos ambientes de trabalho é importante também porque cada vez mais os profissionais buscam autonomia e liberdade para contribuírem com os resultados de forma igualitária.

 

O trabalho não será mais visto como “as horas em que alguém é obrigado a ser infeliz num escritório para usar o salário aproveitando o final de semana”. Mas para que isso aconteça, as hierarquias deixarão de existir no modelo em que a maioria ainda funciona: supervisor e executor.

 

Na autogestão, todos são incentivados a serem igualmente capazes de contribuir com ideias, estratégias e ações para o crescimento da organização. Para que essa transição ocorra de forma harmoniosa os profissionais precisam desenvolver suas capacidades de liderança, resiliência, autoconhecimento, empatia e o conhecimento técnico precisa ser constantemente atualizado.

 

Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial (I.A.) está muito avançada e há cada vez mais acessórios no mercado para facilitar o dia a dia pessoal e profissional. Ela é uma ferramenta estratégica em potencial para o Big Data, permitindo ainda mais promover a otimização de tempo com a garantia de assertividade nas decisões.

 

Ela também estará presente na rotina das empresas que estão se adaptando à autogestão de pessoas, pois é uma ferramenta essencial para promover a autonomia e o engajamento no ambiente de trabalho.

 

Alguns exemplos de Inteligência Artificial que já estão sendo utilizados por organizações, são:

 

- ERPs Inteligentes: software especializado na gestão de recursos, que na versão com I.A., “aprendem” padrões de comportamento conforme são utilizados, aumentando a produtividade.

- Chatbots: capazes de se comunicarem de forma autônoma, por exemplo, no atendimento ao cliente, disponíveis 24x7.

- Revisão de documentos: a revisão na velocidade humana ficará obsoleta, o que poupa muito tempo e evita falhas por distração.

- Organização de agendas: com as informações da rotina de todos os colaboradores no sistema, a I.A. de organização de agendas é capaz de organizar compromissos por importância e agendar um encontro com todos de forma prática e rápida, sem necessitar de inúmeras ligações e cancelamentos.

 

Novas abordagens no recrutamento e seleção por competências

Com a tendência dos ambientes de trabalho remotos, a confiança no profissional será mais importante do que nunca. Então, o método utilizado para recrutamento e seleção também deverá ser atualizado.

 

Quesitos que antes deixava-se para observar no colaborador durante o horário de trabalho, como o seu comportamento e atitudes proativas, terão que ser analisados logo no início do relacionamento para garantir que ele irá suprir as necessidades da empresa, mesmo que ninguém o esteja observando pessoalmente.

 

Outro fator são os pré-requisitos necessários para as vagas, já que com tantas novas tecnologias, os profissionais terão de estar igualmente atualizados e capacitados para um rotina de trabalho mais acelerada e ao mesmo tempo assertiva, dentro da empresa, em home office ou coworking.

 

As organizações que souberem se adaptar desde já às novas necessidades que a tecnologia está trazendo, certamente se manterão em constante crescimento. Assim como um curso universitário não é mais o mínimo que um profissional precisa ter no currículo, a inovação não é mais opcional para empresas que pretendem se manter de pé daqui por diante.


Compartilhar:

Sede Blumenau
Rua Iguaçu, 151 - Blumenau | 47 3057 8001
Regionais:
Vale do Itajaí
47 99187-2825
Alto Vale, Planalto e Oeste
47 99965-9529
Norte
47 3804-1080
Sul
48 3622-1686
Siga a FFM