7 dicas para resolver o stress no trabalho

Fundação Fritz Müller

Tamanho da fonte: A A

7 dicas para resolver o stress no trabalho

18 de Agosto de 2017

 O stress no trabalho é um dos motivos que mais afastam pessoas no Brasil. O esgotamento mental é uma realidade em uma sociedade cada vez mais voltada à produtividade, sem levar em consideração as implicações que as altas doses de exigência podem causar na vida do trabalhador. O trabalho pode e deve ser uma atividade agradável, que complemente a sua felicidade. E se você acredita que escolheu a profissão certa, mas algo está errado e não consegue ter uma rotina produtiva nem se relacionar tão bem com os colegas, estas 7 dicas abaixo podem ajudar. 

 

1 - Mantenha-se organizado

Muitas pessoas têm dificuldade de manter uma rotina organizada e não percebem que isso ajuda a mantê-las estressadas e ansiosas. Para acalmar a mente, antes de terminar o expediente, organize sua mesa, seus e-mails, jogue fora o que não for mais precisar e deixe as tarefas anotadas para o dia seguinte.

 

2 - Saiba dizer não

Mesmo que você seja um profissional prestativo e eficiente, não vale a pena dizer sim a tudo que pedem para você fazer. Claro, a menos que você precise, pois faz parte da sua função. Nos referimos a favores que você poderia e gostaria de dizer não, mas acaba cedendo pois não quer desagradar as pessoas. Lembre-se que aceitar fazer coisas demais, vai fazê-lo perder o foco, reduzir sua capacidade de produção e deixá-lo estressado. Nestes casos, pense primeiro em você, em deixar suas tarefas em dia. Se sobrar tempo, então tudo bem fazer algo extra para colaborar com um colega.

 

3 - Prepare-se para situações de alta pressão

O stress e a ansiedade batem forte quando você sabe que terá uma reunião ou apresentação importante, até decisiva para sua equipe e empresa, e precisa se sair bem. Esta é uma típica situação em que nos sentimos sob pressão. Mas se você estiver preparado para este evento, não haverá com que se preocupar. Preparar-se é, antes de tudo, dominar o assunto que será abordado. Evite decorar suas falas, pois ficará estressado com medo de esquecer e não estará preparado para imprevistos e perguntas não programadas.

Outra dica interessante é simular sua apresentação antecipadamente. Pode fazer isso em casa, para algumas pessoas ou sozinho, gravando a si mesmo para ouvir depois. Essa técnica é válida para registrar na mente o que você pretende dizer e detectar possíveis falhas, como explicações não muito claras que podem ser melhoradas.

 

4 - Cuidado com o excesso de trabalho

Quando você possui muitas responsabilidades no trabalho, acaba levando-o para casa e trabalhando em tempo integral. O problema é que não adianta você estar com sua vida profissional perfeita, e a vida pessoal desmoronando, pois estes dois aspectos caminham juntos e um acaba afetando o outro. Ou seja, seu rendimento vai cair e o stress vai aumentar de qualquer forma. Se sente que vive esta situação e deseja resolvê-la, o ideal é conversar com seu superior e rever seu ritmo de trabalho para equilibrar as coisas.

Se está focado e ainda assim não consegue terminar as tarefas no horário de expediente, provavelmente você está com trabalho demais, e sempre há uma solução, afinal, se você adoecer por stress e precisar faltar na empresa, a solução aparecerá de uma forma ou de outra.

 

5 - Estressar-se com coisas banais pode ser um sinal

Chegar ao ponto de se desentender com um colega de trabalho porque ele não lavou um copo ou deixou a cadeira fora do lugar pode ser um aviso de alto stress.

Seja porque você não gosta daquela pessoa em especial ou tem outros problemas que estão refletindo no seu comportamento profissional, considere analisar a situação com calma.

Muitas vezes pensamos que os problemas estão sempre nos outros, mas não paramos para perceber que, se estas situações ocorrem com muita frequência, o problema pode estar em nós. Quem sabe, a maneira mais rápida e eficaz de resolver seja buscar a ajuda de um analista ou psicólogo, que saberá conduzir a avaliação dos seus problemas com outra perspectiva e encontrar a melhor solução.

 

6 - Faça intervalos para relaxar o corpo e a mente

Depois de algumas horas trabalhando, o corpo e a mente começam a ficar cansados. Faça pausas, podem ser de 15 minutos a cada 2 horas. Nesse tempo, saia do seu local de trabalho e vá para um ambiente onde possa fazer uma pausa e alongar seu corpo.

Nem sempre a empresa permite essas pausas. Nesse caso, aproveite bem o tempo de intervalo (lanche) para pensar em outras coisas mais relaxantes e que façam você se sentir bem.

 

7 – Exercite-se

O exercício físico, se praticado com frequência, estimula a produção de neurotransmissores responsáveis pelo bom-humor e agentes importantes na prevenção da depressão. Portanto, não tente fugir inventando alguma desculpa: trate de descobrir qual deles se encaixa melhor no seu perfil e rotina e movimente-se! O ideal é começar com um ritmo mais moderado e aumentar a intensidade com o passar do tempo, conforme o corpo for acostumando. O acompanhamento de um profissional também pode ser uma boa opção.

 

Aplicando estas 7 dicas no seu dia a dia, perceberá que as coisas começarão a mudar. Descobrirá compatibilidade com colegas que sequer conversava, será mais reconhecido pela sua competência porque terá mais foco e qualidade nas atividades e acabará o dia se sentindo mais motivado e feliz. 


Compartilhar:

Sede Blumenau
Rua Iguaçu, 151 - Blumenau | 47 3057 8001
Sede Joinville
Av. Rolf Wiest, 227 - Sl 203 - Bom Retiro
Regional Litoral
47 99184-5183
Regional Norte
47 3804-1080
Regional Sul
48 3622-1686
Regional Oeste
47 99187-2825
Regional Alto Vale e Planalto
47 99965-9529
Siga a FFM